26 de ago de 2010

Com rima, sem rima...

Eu me perco em seu olhar. Ao me ver nele tremo por me encontrar. Uma fraqueza nas pernas e um frio da barriga é o que me dá. Frágil corpo frente ao tão forte amor que me toma. Todo dia, toda hora ele insiste - e eu deixo, porque quero - em me tomar. 

Eu adoro quando você fica a me olhar. Passaria horas (dias até!) sob a mira deste seu olhar. Em silêncio a gente se entende, e se o calor nos toma a gente mergulha no nosso amar. 

Passaria a minha vida a te admirar. Seus movimentos, seus atos, seu falar. Tudo seu hipnotiza o meu pensar. E quando o vejo de repente ainda me falta o ar. 

Ar também me falta quando por perto não está. Quando por nada falha a nossa comunicação... Ah! Como me falta ar... Porque sem seu amor não vivo, fica difícil respirar. Como pode a terra fazer florescer sem a água? Como posso eu ser plenamente feliz sem meu dengo? Como pode a gente, depois de se reencontrar, algum dia se desgrudar? 

Não desgrudo; desnudo minh'alma para vesti-lo com todo o meu amor. Aqueço seu corpo me encaixando perfeitamente no seu. E nos tornamos um corpo, contrariando a física. Encaixe perfeito de corpos e almas: agora e pra sempre, um só.

13 de abr de 2010

Dia do beijo

Beijam-se os amantes, os enamorados. Beijam-se até os casados à beira do colapso matrimonial! Beijam-se hoje porque HOJE deve-se beijar.

Beijam-se as carinhosas amigas e retribuem-lhes os beijos até mesmo as mais travadas delas... Já os amigos, poucos se beijam: os homens preferem beijar as suas namoradas, amigas, ficantes, amantes, mulheres. E estas? Se derretem... esquentam-se em brasa, fogosas por mais e mais beijos!

Beija-se para demonstrar afeto, carinho, amor. Beijos de respeito: na face, na testa. Hum... e os beijos molhados: nas bocas dos namorados... Beijo na mão muitas vezes é seduçao. Sedutor é também aquele beijo no canto da boca, meio querendo beijar, meio querendo dizer "eu quero"... E com certeza querendo dizer "imagine como seria!!"... E é claro que a gente imagina!

Há beijo aguardado há tempos, que quando acontece é meio trôpego, afoito, sem jeito. Às vezes é até um beijo seco. Seco de saliva. Não por não sabê-lo, mas por nervosismo mesmo. Beijar quem se quer há tempos pode causar estas reações... Então, o ideal é relaxar hoje e dar o melhor beijo: ele é o cartão de visitas. Se beija bem...

Há aqueles que se encaixam. E se todo o resto encaixar - não me refiro apenas à parte carnal do relacionamento - temos que tentar ao máximo manter este ser ao nosso lado, pois beijar talvez seja uma das poucas coisas sexuais que façamos aos noventa anos... Então (não desmerecendo o beijo), as outras afinidades são imprescindíveis!

Beijar o ar é esnobe. Engraçado, mas esnobe. Se quer sê-lo, faça-o! Mas não perto de mim: tenho pena e uma certa repulsa a gente esnobe.

Enfim... Criaram o Dia do Beijo. Para quê? Para as pessoas se lembrarem de beijar? Para que alguém que não tem seu alguém possa fazê-lo em quem bem lhe convém? Desculpas para beijar pode ser até divertido...

Bom... prefiro não emitir opiniões: estou saindo de uma tpm, está chovendo e como diz uma amiga "só faltava ser domingo"!

7 de abr de 2010

O recado que não coube no orkut...


Hoje ele é meu homem.

Já foi meu vizinho, amigo e companheiro de
"batismos" de meus irmãos e, recentemente, meu amigo virtual...


Hoje ele me abraça, beija minha boca.

Quando criança, eu fiz - jura ele -
fininho nas suas costas depois de um dia no clube, na sala da minha casa, jogando Atari (!!!!)... Clube da AMAB. Todo domingo. Nós e Piaba: sempre!

Hoje ele me ama, depois de deixar um dos meus "irmãos companheiros de batismos" assustado com a "novidade" ao vivo, na escada rolante do Barra.

Hoje a gente até acha graça...


Hoje eu não imagino minha vida sem seus risos, seus risotos (o que dizer então das massas, wraps, saladas... gostosuras!)... Eu simplesmente não me imagino sem sua pele, seus carinhos, sua alma.


Hoje eu sou sua mulher, seu amor - segundo ele não apenas sua namorada...

E eu SOU perdidamente apaixonada!

Hoje e sempre serei sua, somos e seremos um. Dengo e Pi. Candi e Dengo.

Te amo, Piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!